D.O

Dada a tipicidade que as condições edafo-climáticas conferem aos vinhos, existem no Algarve quatro Denominações de Origem: "Lagoa", "Lagos", "Portimão" e "Tavira".

 

 

“DO Lagos”


A área geográfica correspondente à Denominação de Origem Controlada “Lagos” abrange os concelhos de Aljezur (parte das freguesias do mesmo nome, Bordeira e Odeceixe), Vila do Bispo (as freguesias de Raposeira, Sagres e Vila do Bispo e parte das freguesias de Barão de São Miguel e Budens) e Lagos (freguesias de Luz, Santa Maria e São Sebastião e parte das freguesias de Barão de São João, Bensafrim e Odiáxere).


Tipos de VinhoRendimento Máximo
(hl/há)
Título Alcoométrico
volúmico mínimo (% vol.)
Estágio Mínimo Obrigatório (Meses)
Tinto 60 12 Adq.
6
Branco 60 11,5 Adq.
-


Castas recomendadas

Tintas
Negra Mole, Trincadeira e Castelão, no conjunto ou em separado, com um mínimo de 70% de encepamento; Alicante Bouschet, Aragonez, Bastardo, Cabernet Sauvignon, Monvedro e Touriga Nacional.

Brancas
Arinto, Malvasia Fina e Síria, no conjunto ou separadamente com um mínimo de 70 % do encepamento; Manteúdo, Moscatel Graúdo e Perrum.



Características Organolépticas

Vinhos Tintos
São aveludados, pouco encorpados, com aroma frutado e pouco acídulos e quentes. São abertos de cor, apresentando um tom rubi que, com o envelhecimento, adquire o tom topázio.

Vinhos Brancos
Apresentam uma cor entre o citrino e o palha, sendo delicados e suaves, com um travo característico duma zona quente.