Ministra da Agricultura sensibiliza finanças a manter IVA do Vinho - Reportagem Diário de Noticias

A ministra da Agricultura admitiu hoje que "sensibilizou" o seu colega das Finanças para a necessidade de as alterações fiscais em estudo "ajudarem o sector do vinho".

 

"Sensibilizámos as Finanças para a necessidade de não termos um enquadramento que desfavoreça este sector, que é muito importante para agricultura portuguesa", disse a ministra, acrescentando estar "em linha nas preocupações de ter um enquadramento que possa ajudar o sector".

Assunção Cristas falava no final do cortejo etnográfico das Feiras Novas de Ponte de Lima, onde as várias freguesias do concelho mostraram o melhor das suas tradições, com predominância para as lides do campo, já depois de ter cumprido a tradição de 'matar o bicho', bebendo vinho verde por uma malga comunitária.

As declarações da governante surgem num momento em que o Governo estuda alterações fiscais em vários sectores e produtos, sendo o vinho um dos possíveis produtos que poderão ver o IVA aumentado.

Apostada em valorizar os produtos portugueses, Assunção Cristas, que se apresentou em Ponte de Lima em 'versão familiar', acompanhada do marido e dos três filhos, bebeu duas vezes vinho tinto por uma grande malga e comeu broa, chouriço e castanhas.

"Estamos muito crentes que a agricultura faz parte do desenvolvimento do país e tem um papel muito importante neste momento difícil. É uma área de crescimento económico, que dá mostras de grande vivacidade e que pode ajudar o país a crescer, a exportar mais e a importar menos", referiu.

Depois de adoçar a boca com um 'rebuçado da Páscoa', a governante garantiu o empenho do seu ministério em encontrar as verbas necessárias "para alavancar o investimento na agricultura" e prometeu um Ministério "amigo, fácil, com quem se consiga trabalhar".

De Ponte de Lima, garantiu que levou ainda mais vincada uma ideia: "o que é nacional é bom, muito bom".

 


Fonte: Diário de Notícias | Notícia de 10/09/2011